Total de visualizações de página

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Oito dicas para aumentar sua resiliência

Resiliência é a capacidade que o indivíduo tem de responder de forma mais consistente aos desafios e dificuldades, reagindo com flexibilidade e capacidade de recuperação diante de desafios e circunstâncias adversas (PLACCO, 2001).


  1. RELAÇÕES INTERPESSOAIS: Valorize suas relações pessoais (família, amigos, grupos sociais que esteja envolvido).
  2. OLHAR POSITIVO: Tenha esperança e otimismo. Acredite que você pode superar a adversidade.
  3. ESPIRITUALIDADE: Cultive bons valores, persiga seus objetivos de vida e tenha fé. Aprenda a crescer através das adversidades, visualizando novas possibilidades.
  4. FLEXIBILIDADE: Aceite a mudança.
  5. BUSQUE APOIO: Emocional e outros, se necessário.
  6. COMUNICAÇÃO: Fale claramente sobre suas necessidades. Tire suas dúvidas.
  7. CUIDE-SE. Busque apoio profissional se necessário. Estabeleça relações prazerosas.
  8. DETERMINAÇÃO: Tome decisões positivas. Dê passos concretos e aprenda com os erros.

Via: Emoções em Pauta

domingo, 24 de setembro de 2017

sábado, 23 de setembro de 2017

sexta-feira, 22 de setembro de 2017




"Sejamos como a primavera que renasce cada dia mais bela..
Exatamente porque nunca são as mesmas flores".

- Clarice Lispector

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

terça-feira, 19 de setembro de 2017

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

"Não é só a dor que deixa sinais, a alegria também. 
Indicam que exagerei. Todo excesso é amor".

- Fabrício Carpinejar 

 

domingo, 17 de setembro de 2017

sábado, 16 de setembro de 2017

"O amor não vai te tornar outra pessoa; 
o amor vai fazer com que você sinta orgulho de ser quem você é"

- Zack Magiezi 



 

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

terça-feira, 12 de setembro de 2017

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

"Amo-te, amo-te! Como é bom poder enfim dizer o que nos enchia o coração! [...]
Amei-te no primeiro dia em que te vi: amei-te em silêncio, em segredo, sem esperança de te possuir e sem refletir. Não quis saber quem eras, nem quis saber se me poderias amar: amei-te e amo-te cada vez mais".

- Trecho de uma carta de Olavo Bilac para sua noiva Amélia.
In: "Para sempre -   50 cartas de amor de todos os tempos" 

 

domingo, 10 de setembro de 2017

"eu sei como dói.
sei que dói e não é de agora.
sei que você já suportou muito e tanto, que às vezes se pergunta “tô suportando tudo isso pra quê?”, porque dentro de ti, já não faz mais sentido.
mesmo que ora ou outra aquela chama ainda acesa (porém pequena) de esperança em alguma coisa mostra que ainda existe
[a gente nem sempre tem esperança na melhora,
às vezes é só num dia melhor,
num momento bom,
às vezes ela aparece naquele riso inesperado,
naquela palavra amiga,
naquele conforto velado,
naquele texto que parece que nos lê ou que foi escrito por mãos parecidas com as nossas de tão parecido com a gente que é,
naquela música que nos acalma, que nos abraça quando ninguém mais faz isso,
naquele pôr do sol que vemos quando lembramos que basta olhar pro céu pra vermos algo novo e bonito].
eu sei que é difícil viver com um parasita dentro da gente que nos faz ver a vida de um jeito distorcido e te faz querer fugir de tudo, mesmo que a dor esteja em você.
e eu sei, eu sei que você chora muito que tem dias que quer chorar e não consegue mais, como se as lágrimas tivessem acabado, o que dói mais do que chorar descontroladamente.
eu sei que deitar a cabeça no travesseiro à noite não te dá sossego, sei que o monstro que te atormenta vem com mais frequência nesse horário e não te deixa dormir, não te dá paz.
sei que as outras pessoas não parecem confiáveis, que o mundo não parece mais mundo, é só um lugar que você está e não quer estar.
eu sei como às vezes parece que o universo quer que a gente desista.
e desistir é tão mais fácil, né? é tão mais fácil só pôr um fim,
mas você é tão forte por não desistir, eu juro pra você que vejo tua força exalando de você até mesmo quando tu chora.
tu não é fraco, tu não é só uma tristeza, tu não é só uma decepção.
tu é tantas & tantas coisas boas, feito até do que ainda não tem nome mas é tão bom te ter no mundo.
eu sei, assim como muita gente sabe, porque eu juro pra você que: tu nunca está sozinho, a tua dor faz parte da nossa.
e o mundo não é horrível como parece, as situações que são.
nem todas as pessoas são as mesmas que te machucaram.
e nenhuma dor dura pra sempre. a sua pode estar durando muito, mas ela vai terminar, você mesmo vai acabar com ela.
não permita que a dor acabe com você,
porque meu bem, a sua batalha está perdurando tanto porque tu é mais forte que ela, não é você quem está desistindo, é você quem está persistindo (mesmo que dentro de você haja um sentimento de derrota, é a sua auto-destruição que não deixa você ver o quão guerreiro tu é, mas toda vez que te vejo vivo, te vejo um vitorioso).
você é mais real do que essa dor que se alojou dentro de você e se espalhou por todos os cantos do teu ser, porque ela PRECISA de você pra existir, VOCÊ NÃO PRECISA DA DOR PRA EXISTIR.
eu tenho fé em você, eu acredito na tua batalha.
tudo bem perder lutas diárias, mas não desista de você". 


_ Via Desbotando (Tumblr)

 

sábado, 9 de setembro de 2017

"A dor melhora as pessoas". Não creio nisso também. O sofrimento pode,
 ao contrário, desestabilizar, criar mágoas e rancores, ou um escudo de frieza.
 O que nos torna melhores são os bons afetos.

 - Lya Luft em "O tempo é um rio que corre" (p. 79)


sexta-feira, 8 de setembro de 2017

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

terça-feira, 5 de setembro de 2017

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

sábado, 2 de setembro de 2017

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

terça-feira, 29 de agosto de 2017

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

domingo, 27 de agosto de 2017